Início > Crônicas > MENOS QUE SE QUER É TUDO

MENOS QUE SE QUER É TUDO

No caminho para o trabalho, novamente fiquei preso no engarrafamento. Nada diferente dos outros dias, as mesmas notícias no rádio, as mesmas músicas e as mesmas caras fechadas dentro dos outros carros.

Algo tão normal que, por um momento, me desliguei daquele caos e me concentrei na música que estava tocando. E esses versos me chamaram atenção: “Menos que se quer é tudo. Tudo que se tem é nada”.

Já havia escutado essa música anteriormente, mas hoje rolou aquele insigth.

Estes versos resumem bem o comportamento do ser humano. Provavelmente você já presenciou uma criança deixar seu boneco de lado para brincar com o carrinho do colega e quando chega a hora de ir embora não quer largar mais o brinquedo alheio.

O que muda quando ficamos mais velhos?

Nada.

Na verdade piora, pois ao contrário da generosidade infantil, os adultos não deixam você experimentar nem por alguns instantes o seu sonho de consumo, aumentando ainda mais nossa frustração.

Não seria divertido poder chegar em seu chefe e dizer: “Opa, tudo bem? Posso dar uma voltinhaem seu BMW?”

Mas o fato é que, se ele me permitisse dirigir o seu carro importado, logo depois de tirar a chave da ignição eu já estaria desejando algo mais.

É sempre uma insatisfação generalizada. Quando começa o ano e quero que o meu time ganhe pelo menos um título nessa temporada. Mas se ganha o campeonato regional, quem liga? Melhor seria a Copa do Brasil que dá uma vaga para Libertadores, não é mesmo? Mas, ganhar uma copa enfrentando times do Acre, Piauí e outros do mesmo nível até que é fácil, quero ver é ganhar o Brasileirão.

Espera aí, porém se entrar para a Libertadores tem que jogar para ganhar. E o Mundial Interclubes? São apenas dois jogos, logo, ser campeão é uma obrigação.

Assim, chega o fim do ano e já estou frustrado de qualquer forma. Ou Porque meu time não ganhou nada ou porque não fiquei satisfeito apenas com dois títulos conquistados. E tem mais, se por acaso ele tiver conquistado todos os campeonatos disputados, talvez ainda ficarei insatisfeito com a escalação feita pelo técnico.

Mas essa insatisfação é positiva.

É isso mesmo. Nunca estar satisfeito foi o motivo de a raça humana ter chegado ao topo da cadeia alimentar, e ir contra esse comportamento é negar milhares de anos de evolução.

É preciso desejar um emprego melhor, um salário melhor, um carro melhor, uma casa melhor e por aí vai. A verdade é que provavelmente não irei conquistar nem a metade de tudo que quero, mas o que importa é continuar motivado para fazer algo melhor.

Claro, é preciso evitar me tornar um verdadeiro chato de galocha. Aquela pessoa egocêntrica, esnobe, que não respeita ninguém e usa de todos os meios (inclusive os mais obscuros) para subir na vida. Pessoas assim não são respeitadas.

Penso que é  importante manter a calma e o bom humor, afinal, já que de qualquer forma vou continuar reclamando de tudo, melhor que seja de uma maneira mais agradável.

Anúncios
Categorias:Crônicas Tags:,
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Gostou? Então comenta aí.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s